DR. COSME REIS

DR. COSME REIS
ADVOCACIA

25 de outubro de 2014

LANNS ALMEIDA FAZ POUCO CASO COM A CARA DO PREFEITO

O fraco Secretário de Agricultura e Meio Ambiente Lanns Almeida até hoje não conseguiu decolar no governo Vane. A prova é as feiras livres, e o Rio Cachoeira, que ele nunca conseguiu mover uma palha, faltando dois meses para o governo completar dois anos. Ele foi contratado como um salvador do rio e das feiras, mas não passa de um zero a esquerda. Nesta sexta feira (24) em pleno horário de trabalho, o fracote estava fazendo campanha na vizinha cidade de Camacan. Lembrando que o mesmo recebe 13 mil reais por mês, pra não fazer nada.



24 de outubro de 2014

UMA CAMPANHA MOVIDA A MENTIRAS



Ao mesmo tempo em que manipula índices e esconde dados desfavoráveis para não prejudicar o governo, a campanha de Dilma, capitaneada pelo ex-presidente Lula, dissemina falsas acusações em série contra Aécio Neves, com o objetivo de se manter no poder

Quando Luiz Inácio Lula da Silva venceu a disputa presidencial de 2002, o publicitário Duda Mendonça, responsável pela construção do ‘Lulinha paz e amor”, fez uma declaração que viria a se tornar uma espécie de mantra do marketing político. “A democracia brasileira amadureceu e agora está provado que quem bate perde”, afirmou o publicitário traçando um paralelo com a eleição de 1989, quando Fernando Collor de Melo promoveu uma campanha de mentiras e ataques pessoais para derrotar Lula. Depois de 12 anos no poder, o PT, o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff, candidata à releição, resolveram desafiar esse mantra e trazem à disputa eleitoral uma sucessão de agressões e mentiras contra seus principais oponentes jamais vista na história recente do País. Também se valem do aparelhamento instalado no governo federal para manipular dados e esconder todos os indicadores que possam prejudicar a candidatura oficial, atentando contra a credibilidade de instituições como o Ipea e o IBGE. “O PT tem promovido uma das campanhas mais sujas da história. O objetivo é se manter no poder a qualquer preço”, afirma a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB derrotada no primeiro turno. “Fui vítima dessa ação difamatória sem precedentes que agora praticam contra o candidato Aécio Neves.” Isto É.

GUARDA MUNICPAL PARTE PARA BAIXARIA

Hoje (24) um guarda municipal de nome LIMEIRA, partiu para baixaria na portaria da Câmara de Vereadores de Itabuna. É impressionante como tem gente que emporcalha uma classe de pessoas que procuram fazer seu trabalho dignamente. Esse cidadão é um desequilibrado mental só pode ser isso, pra chegar ao ponto de ficar me dando banana, com o braço, se é que posso chamar de cidadão. Ele começou a me provocar com palavras de baixo calão e por pouco ele não parte para as vias de fatos contra minha pessoa. Tudo começou porque eu estava com o adesivo de Aécio, onde ele me dirigiu as ofensas dizendo que vota no PT, e que eu não poderia estar na Câmara, pois segundo ele minha presença incomoda. Eu liguei para o Comandante Fábio Pinheiro, e relatei o fato pra ele pedindo providências. Segundo ele iria apurar os fatos e tomar uma atitude (espero). O que mais me chama a atenção é uma Câmara cercada de guardas sem precisão, enquanto os setores públicos estão precisando ser vigiado. Espero que o novo presidente da Câmara possa contratar uma empresa de segurança, e botar esses guardas para tomarem conta de outros setores publico.

AÉCIO LIDERA COM NOVE PONTOS DE VANTAGEM SOBRE DILMA - PESQUISA ISTOÉ/SENSUS MOSTRA QUE O CANDIDATO DO PSDB CHEGA À RETA FINAL DA CAMPANHA COM 54,6% DAS INTENÇÕES DE VOTO, ENQUANTO A PETISTA SOMA 45,4%

Pesquisa istoé/sensus mostra que o candidato do psdb chega à reta final da campanha com 54,6% das intenções de voto, enquanto a petista soma 45,4%. Atualizado ás 11:40 de hoje.

Pesquisa ISTOÉ/Sensus realizada a partir da terça-feira 21 reafirma a liderança de Aécio Neves (PSDB) sobre a petista Dilma Rousseff nos últimos dias da disputa pela sucessão presidencial. Segundo o levantamento que entrevistou 2 mil eleitores de 24 Estados, o tucano soma 54,6% dos votos válidos, contra 45,4% obtidos pela presidenta Dilma Rousseff. Uma diferença de 9,2 pontos percentuais, o que equivale a aproximadamente 12,8 milhões de votos. A pesquisa também constatou que a dois dias das eleições 11,9% do eleitorado ainda não decidiu em quem votar. “Como no primeiro turno, deverá haver uma grande movimentação do eleitor no próprio dia da votação”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Se for considerado o número total de votos, a pesquisa indica que Aécio conta com o apoio de 48,1% do eleitorado e a candidata do PT 40%.

De acordo com Guedes, a pesquisa realizada em cinco regiões do País e em 136 municípios  revela que o índice de rejeição à candidatura de Dilma Rousseff se mantém bastante elevado para quem disputa. 44,2% dos eleitores afirmaram que não votariam na presidenta de forma alguma. A rejeição contra o tucano Aécio Neves é de 33,7%. Segundo o diretor do Sensus, a taxa de rejeição pode indicar a capacidade de crescimento de cada um dos candidatos. Quanto maior a rejeição, menor a possibilidade de crescimento. Outro indicador apurado pela pesquisa Istoé/Sensus diz respeito á votação espontânea, quando nenhum nome é apresentado para o entrevistado. Nessa situação, Aécio também está à frente de Dilma, embora a petista esteja ocupando a Presidência da República desde janeiro de 2011. O tucano é citado espontaneamente por 47,8% dos eleitores e a petista por 39,4%. 0,2% citaram outros nomes e 12,8% disseram estar indecisos ou dispostos a votar em branco.

Para conquistar os indecisos as duas campanhas apostam as últimas fichas nos principais colégios eleitorais do País: São Paulo, Minas e Rio de Janeiro. O objetivo do PSDB e ampliar a vantagem obtida em São Paulo no primeiro turno e procurar virar o jogo em Minas e no Rio. Em São Paulo, Aécio intensificou a campanha de rua, com a participação constante do governador reeleito, Geraldo Alckmin, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. De acordo com as pesquisas realizadas pelo comando da campanha de Aécio, em Minas o tucano já estaria na frente de Dilma e a vantagem veio aumentando dia a dia na última semana. Processo semelhante ocorreu em Pernambuco, depois de Aécio receber o apoio explícito da família de Eduardo Campos e do governador eleito, Paulo Câmara. Os mesmos levantamentos indicam que no Rio de Janeiro a candidatura do senador mineiro vem crescendo, mas ainda não ultrapassou a presidenta. Para reverter esse quadro, Aécio aposta no apoio de lideranças locais, basicamente de Romário, senador eleito pelo PSB, que deverá acompanhá-lo nos últimos atos de campanha. Para consolidar a liderança, Aécio tem usado os últimos programas no horário eleitoral gratuito para apresentar-se ao eleitor como o candidato da mudança contra o PT. Isso porque, as pesquisas internas mostram a maior parte do eleitor brasileiro se manifesta com o desejo de tirar o partido do governo.

No comando petista, embora não haja um consenso sobre qual a melhor opção a ser colocada em prática nos dois últimos dias de campanha, a ordem inicial é a de continuar a apostar na estratégia de desconstrução do adversário. Nas duas últimas semanas, o que se constatou é que, ao invés de usar parlamentares eleitos para esse tipo de ação – como costumava fazer o partido em eleições passadas -- os petistas escalaram suas principais lideranças para a missão, inclusive o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a própria candidata. Os petistas apostam no problema da falta d’água para tirar votos de Aécio em São Paulo e numa maior presença de Dilma em Minas para procurar se manter á frente do tucano no Estado.  


PESQUISA ISTOÉ/Sensus

Realização – Sensus
Registro na Justiça Eleitoral – BR-01166/2014
Entrevistas – 2.000, em cinco regiões, 24 estados e 136 municípios do País
Metodologia – Cotas para sexo, idade, escolaridade, renda e urbano e rural
Campo – De 21 a 24 de outubro
Margem de erro - +/- 2,2%
Confiança – 95

O PT DESVIOU DA SAÚDE R$ 242,4 BILHÕES. NESSA ÁREA, PARTIDO SEMPRE FOI A DOENÇA, NÃO O REMÉDIO.

Cento e trinta e um bilhões de reais! É quanto os três governos petistas deixaram de gastar na saúde. É a soma das verbas previstas no Orçamento que deixaram de ser usadas, que foram, como se diz em burocratês, “contingenciadas”. Alguém dirá: “Ah, mas com Orçamento é assim mesmo; nunca se usa tudo…”. Olhem aqui: cortar dinheiro justamente da Saúde, sabidamente a área mais precária do país, é um crime contra os pobres. De fato, o PT tirou dos doentes bem mais.
Entre 2003 e 2007 — em cinco dos 12 anos de governo —, o PT contou com a CPMF, o imposto do cheque, lembram-se? Eu gosto de fazer contas: nos cinco anos em que contou com a contribuição, que era imposto, o governo Lula arrecadou R$ 186,4 bilhões. Sabem quanto efetivamente foi empregado, até então, na Saúde? R$ 75 bilhões. Vale dizer: o companheiro usou R$ 111,4 bilhões para outras despesas.
Assim, se a gente somar o dinheiro da CPMF que não foi para a saúde, que foi desviado para outras áreas, com os cortes feitos no Orçamento, o PT deixou de gastar na saúde R$ 242,4 bilhões. Isso explica a situação miserável em que está o setor; isso explica por que Dilma teve de recorrer à pantomima dos médicos cubanos, os apalpadores de pobres, para fingir que está fazendo alguma coisa.
Quando Lula acusa a oposição de ter derrubado a CPMF e de ter tirado bilhões da saúde, está mentindo. Quem desviou dinheiro da saúde foi o PT; quem tomou R$ 111,4 bilhões da CPMF que eram da Saúde foi o PT; quem cortou R$ 131 bilhões da Saúde foi o PT.
Na Saúde, o PT nunca foi o remédio; sempre foi a doença.
Por Reinaldo Azevedo

UMA INDÚSTRIA CRIMINOSA CONTRA AÉCIO – BENEFICIÁRIA DO BOLSA FAMÍLIA RECEBE MENSAGEM COM AMEAÇA VELADA DE QUE AÉCIO ACABARÁ COM PROGRAMA

Por Maria Lima, no Globo:
A empregada doméstica M.L.S recebeu na noite de quarta-feira uma mensagem sugerindo que, se eleito, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, pode acabar com o programa Bolsa Família. Mãe de três filhos pré-adolescentes, ela recebe cerca de R$ 500 e foi sorteada, em agosto último, para receber uma casa do programa Minha Casa Minha Vida. A secretaria de Habitação do governo do Distrito Federal despachou 50 mil cartas a inscritos no programa dizendo que teriam sido sorteados. M.L.S foi uma delas e aguarda ser chamada para receber o imóvel. E está assustada com a possibilidade de perder tudo. “ Minha vizinha também recebeu essa mensagem ontem à noite. E ela me disse que lá em Minas Gerais, onde o Aécio foi governador, estão dizendo que ele não é boa pessoa não’, contou M.L.S.”
O PSDB já entrou com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que se investigue denúncias do uso do cadaStro único do Bolsa família em mensagens sugerindo que Aécio acabaria com o Bolsa Família. As mensagens estariam sendo veiculadas aos bolsistas, majoritariamente mulheres, onde Aécio vem perdendo terreno. “Estamos pedindo que se investigue se a campanha da presidente Dilma Rousseff ou seus apoiadores estão usando o cadastro único dos programas sociais para sugerir que Aécio acabaria com o Bolsa Família, se eleito, com o uso de robôs e empresas de telemarketing “, explicou Antônio Marra, do escritório de José Eduardo Alckmin, contratado pelo PSDB.
O número que aparece na tela como tendo enviado a mensagem, tem prefixo de Minas Gerais (31) 83435079 – mas trata-se de um robô de uma central, como se fosse de telemarketing. O texto reproduz a propaganda da candidata Dilma Rousseff na TV e diz: “O PSDB sempre chamou o Bolsa Família de Bolsa Esmola. Agora Aécio diz que não é contra. Não dá para confiar nele”. A campanha petista estaria usando um serviço de telemarketing oferecido a empresas para enviar grandes quantidades de mensagens de WhatsApp e torpedos. Há denúncias de que centrais montadas em comitês petistas estariam fazendo ligações com ameaças aos beneficiários dos programas sociais. “É mais uma prova do abuso do poder econômico da campanha petista, e do desprezo pelas regras estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral , que proíbe o uso de telemarketing”, diz o advogado Antônio Cesar Marra, da equipe jurídica da campanha de Aécio Neves.
Estão sendo enviadas mensagens de WhatsApp e também repetindo os ataques que Dilma vem fazendo contra Aécio na TV. “A receita de Aécio e Armínio é arrocho, recessão e desemprego. Eles são contra os brasileiros melhorarem de vida. Vote Dilma13″. Neste caso, a campanha viola diretamente o contrato de usuário, que expressamente proíbe o uso de aplicativo para envio massificado de mensagens, o que descumpre o termo de serviço, a que todos os usuários devem se submeter.

23/10/2014 ÀS 23:56 \ DIRETO AO PONTO OBOLETIM N° 4 DO DATANUNES CONSTATA: COM 53% DOS VOTOS VÁLIDOS, AÉCIO ESTÁ 6 PONTOS À FRENTE DE DILMA. E VAI AMPLIAR A VANTAGEM COM A BALA DE PRATA REVELADA POR VEJA.

O boletim n° 4 do DataNunes constata: com 53% dos votos válidos, Aécio Neves está 6 pontos percentuais à frente de Dilma Rousseff, que não passou de 47%. A redução da distância entre os dois candidatos foi provocada pela ampliação do contingente de eleitores indecisos. Tal retração decorreu de acusações infamantes e outras torpezas disseminadas pelos devotos da seita que tem em Lula seu único deus e enxerga em Dilma a nada santa padroeira dos bandidos de estimação.

Os eleitores reticentes voltarão a engrossar o eleitorado de Aécio depois do debate transmitido pela Globo nesta sexta-feira, a partir das dez da noite. À farta munição de que dispõe o candidato da oposição acaba de juntar-se uma bala de prata calibre 45: a edição de VEJA que está chegando às bancas. Amparada num depoimento do doleiro Alberto Yousseff, preso no Paraná, a reportagem de capa informa que Lula e Dilma sabiam das tenebrosas transações nas catacumbas da Petrobras.

No primeiro turno, o desempenho de Aécio no debate promovido pela Globo garantiu-lhe a chegada à etapa decisiva. A reprise da performance vai tornar ainda mais retumbante a vitória sobre o bando para o qual o único crime hediondo é perder a eleição. Dilma não afundará sozinha: como os videntes de acampamento cigano não criam juízo, vem aí o segundo naufrágio dos institutos de pesquisa. Edição da Veja (23/10 ás 23:56hs)

DILMA E LULA SABIAM DE TUDO, DIZ ALBERTO YOUSSEF À PF

Em depoimento prestado na última terça-feira, o doleiro que atuava como banco clandestino do petrolão implica a presidente e seu antecessor no esquema de corrupção
Na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada. Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, pôs os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se colocou à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais. A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado desde março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, o cabelo raspado e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:
— O Planalto sabia de tudo!
— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.
— Lula e Dilma, respondeu o doleiro.

COMO VOTAR NA URNA ELETRÔNICA DO DIA 26/10/2014 FIQUEM ATENTOS ITABUNENSES E BRASILEIROS. A FOTO DO CANDIDATO TEM QUE APARECER NA TELA. AÍ SIM CONFIRMA, E A PALAVRA FIM APARECERÁ. URNA ELETRÔNICA

Como votar - O eleitor deve ir até a sua seção e zona eleitoral, levando o título de eleitor e um documento oficial com foto (como identidade, carteira de trabalho, carteira profissional ou certificado de reservista). Após se identificar ao mesário da seção, o eleitor será autorizado a votar na urna eletrônica. 

Estes são os passos - Digite o número do candidato de sua preferência no teclado da urna eletrônica. Na tela, aparecerão a foto, o número, o nome e a sigla do partido do candidato escolhido. Se as informações estiverem corretas, aperte a tecla verde CONFIRMA. A cada voto confirmado, a urna emitirá um rápido sinal sonoro. Após o registro do último voto, a urna emitirá um sinal sonoro mais prolongado e aparecerá na tela a palavra FIM. Se não aparecerem na tela todas as informações sobre o candidato escolhido, aperte a tecla laranja CORRIGE e repita o procedimento anterior. Cola, sim - Para evitar esquecimentos, o eleitor poderá levar os números de seus candidatos anotados em um papel!

Para votar em branco, aperte a tecla branca e depois confirme, apertando a tecla verde.
Seu voto será anulado se você apertar um número inexistente de candidato e depois confirmar apertando a tecla verde.

O tempo médio que cada eleitor leva para votar é de um minuto para as eleições de candidatos à presidente, senadores, governadores, deputados federais, estaduais e vereadores.

23 de outubro de 2014

ASSESSOR DE ALELUIA DEU CALOTE EM ITABUNA

É impressionante os políticos, quando chega o ano eleitoral eles aparecem, buscam apoios, se comprometem a pagar as lideranças, atendem o celular, e sempre mantem contato. Depois que passa o fogo da politica eles somem. Os políticos são tachados de mentirosos, enrolados e não cumpridores dos acordos justamente por não saber escolher as pessoas para ocupar o cargo de Assessor. Sabendo eles, que quatro anos passam rápidos, e depois eles voltam. Muitos deles pisam nas lideranças e discriminam. Só que essas mesmas lideranças nas próximas eleições podem fazer a diferença tirando os votos desses atrapalhados. 

Eu vou citar um caso bem recente: o Assessor do deputado eleito José Carlos Aleluia, uma pessoa chamada Claudio, fez seus acordos com algumas lideranças aqui em Itabuna, e depois não arcou com o combinado. Ele simplesmente não pagou algumas pessoas. Resumindo deu o calote. Com qual cara esse caloteiro, velhaco, sem palavras, arrogante, descarado, vai aparecer aqui em Itabuna novamente, pedindo votos para Aleluia ou outro candidato? E como sou uma pessoa que não fico preso a favores de ninguém e não tenho rabo preso com seu ningas, e tenho língua afiada, jamais poderia me furtar de alertar as lideranças de Itabuna para o fato de não haver unanimidade de honradez, seriedade e dignidade no meio político e com isto, denunciar a existência de uma exceção desprezível na pessoa de um mercantilista vigarista, safado, medíocre, mentiroso, enrolado, como esse tal de Claudio... E só para lembrar e para rechaçar qualquer tentativa de intimidação de quem ainda não sabe, que comigo o buraco é mais embaixo! 

AÉCIO MINIMIZA PESQUISAS

Candidato diz não considerar resultados de Ibope e Datafolha e afirma que vai ganhar a eleição.

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, desconsiderou o resultado das pesquisas eleitorais, que o apontam atrás da petista Dilma Rousseff, que disputa a reeleição, criticou o nível da campanha e garantiu que será vencedor no próximo domingo (26).
 
Aécio falou à imprensa na tarde desta quinta-feira (23) no comitê de campanha do Rio.
 
Sobre as pesquisas, o candidato lembrou que o que se viu no primeiro turno foi uma distância muito grande entre a vontade do eleitor e o que as pesquisas manifestavam.
 
"Eu vejo as pesquisas como um estímulo aos nossos companheiros e companheiras que querem mudar. Fiquem alertas e atentos porque temos todas as chances de ganhar. Mas eu não paro para avaliar pesquisas. Quero reafirmar que, assim como eu cheguei no segundo turno, no domingo que vem, vamos vencer as eleições e escrever uma nova página na história do Brasil”, disse Aécio, que estava ao lado da filha Gabriela.
 
Aécio mostrou-se inconformado com o nível político da campanha. “No futuro, essa campanha será tida como a de mais baixo nível de todas as que tivemos desde a redemocratização. A campanha conduzida por nossos adversários é a mais sórdida e mentirosa de todas. Hoje mesmo estão sendo presas pessoas com boletins falsos, com infâmias, com acusações levianas em relação a mim, à minha família."
 
De acordo com o candidato, hoje mesmo surgiram denúncias sobre mensagens de telemarketing assustando e aterrorizando pessoas beneficiadas pelo Programa Bolsa Família. "Quem age de forma tão sórdida como essa, não está preparado para a democracia e teme o resultado das eleições”, afirmou Aécio.
 
Ele anunciou que, se for eleito, estenderá o horário das creches e pré-escolas públicas até as 20h e ampliará o tempo da licença-maternidade para mães que tiveram filhos com problemas, que precisem ficar mais tempo internados. Pela proposta, o tempo da licença só começará a ser contado quando o bebê deixar a maternidade.
 
O candidato do PSDB permanece no Rio gravando programas eleitorais. Amanhã (24), ele participa do último debate da campanha, à noite, na Rede Globo.

TROCA TROCA NA PREFEITURA DE ITABUNA

Segundo informações com a vitória de Rui Costa ao Governo do Estado, a Direc 7 vai ter alterações. Quem poderá assumir a direção será a Secretária de Educação do governo Vnae, Dinalva Melo. E quem pode vir a assumir a Secretaria de Educação de Itabuna, é Zenaide Magalhães, a mãe de Davidson Magalhães. Tem mais mudanças, mas minha fonte preferiu divulgar essa informação primeiro.

GOVERNO ATRASA DIVULGAÇÃO DE DADOS NEGATIVOS PARA NÃO PREJUDICAR CAMPANHA DE DILMA


Números sobre educação, pobreza, arrecadação de impostos e desmatamento serão publicados apenas depois das eleições.


O governo da presidenta Dilma Rousseff tem adiado a divulgação de dados negativos que poderiam prejudicar a campanha pela reeleição da candidata do PT, informou nesta quinta-feira (23) o jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a publicação, informações atualizadas sobre o desempenho dos alunos brasileiros em português e matemática, além de dados sobre a arrecadação de tributos, serão anunciados somente após o fim da campanha.

Ainda segundo a Folha de S.Paulo, números sobre desmatamento e um novo estudo sobre o contingente de pobres e miseráveis no Brasil também foram "segurados" pelo governo federal. O jornal afirma que avaliações independentes ou mesmo informações oficiais já publicadas indicariam piora nessas áreas.

Os órgãos responsáveis pela divulgação dos dados alegam "questões técnicas, administrativas ou legais" para justificar o atraso.

No caso da educação, os resultados de um exame nacional, aplicado a cada dois anos a mais de 7 milhões de anos, tradicionalmente seriam mostrados até agosto, o que não ocorreu. Em setembro, o Ministério da Educação divulgou apenas o indicador que toma como base a prova de 2013 e a taxa de aprovação de alunos (Ideb), mas sem mostrar o resultado em cada disciplina.

A arrecadação de tributos, normalmente divulgada até o dia 25 de cada mês, também será atrasada para não influenciar na eleição, segundo a Folha.

Em relação ao desmatamento, cujos dados são tradicionalmente divulgados mês a mês, haverá ainda mais atraso. Os indicadores referentes a agosto e setembro serão publicados apenas em novembro. Segundo a ONG Imazon, ouvida pela Folha, o índice teria subido 191% na comparação bimestral entre 2013 e 2014.

Em resposta, o Ministério da Educação afirmou que trabalha para tornar os dados dos exames mais completos, e que por isso a divulgação ainda não ocorreu. O Inep, responsável pelas provas, negou que o atraso tenha cunho eleitoral.

A Receita Federal justificou o adiamento em virtude de uma "reunião de planejamento dos secretários".

Sobre os números de desmatamento, o governo federal alegou que divulgará dados atualizados com base em imagens de satélite, "quatro vezes mais precisas".

O Ipea, por sua vez, informou que a lei eleitoral impede a publicação de estudos como o de análise da miséria próximo à data da votação.

DEMISSÃO EM MASSA NA PREFEITURA DE ITABUNA

Em conversa com um Secretário do governo Vane hoje (23), a Prefeitura vai enxugar a folha depois da eleição do 2º turno. O motivo dessas demissões ainda não sei, mas de uma coisa tenham certeza em todas as Secretarias vai ter tabua de graxa. Segundo o Secretário as demissões podem passar dos 500, lembrando que só serão demitidos os contratados. Assim que eu tiver os nomes eu vou divulgar um por um.

COLUNA CLAUDIO HUMBERTO

 PT QUER SE VINGAR DO JUIZ QUE DETONOU O PETROLÃO
A começar pelo presidente do PT, Rui Falcão, que espuma de raiva quando se refere ao juiz federal Sérgio Moro, aquele que desmantelou o esquema de corrupção instalado na Petrobras em 2006, no governo Lula, até metade do governo Dilma, o PT decidiu representar contra o magistrado no Conselho Nacional de Justiça. As críticas a Moro já foram rechaçadas por entidades de magistrados e de procuradores

DEPOIMENTOS PÚBLICOS
O PT acusa Moro de “vazar depoimentos”, na verdade públicos, do ex-diretor Paulo Roberto Costa e do megadoleiro Alberto Youssef.

IGNORÂNCIA
As gravações dos depoimentos de Paulo Roberto e Youssef não estavam protegidas por sigilo, como a própria Justiça já esclareceu.

CAIXINHA, OBRIGADO
Paulo Bernardo e a mulher, Gleisi Hoffmann (PT-PR), foram acusados de receber R$ 1 milhão do esquema de corrupção na Petrobras.

O DELATOR FALOU
A denúncia contra Paulo Bernardo e Gleisi foi do operador do esquema de dinheiro roubado da Petrobras, o ex-diretor Paulo Roberto Costa.

APOIO DECISIVO
O candidato tucano Aécio Neves sonha com um apoio que pode ser decisivo, na reta final da campanha: Joaquim Barbosa, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal que o PT trata como inimigo nº 1.

O NOME DO VOTO
O governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), fora do segundo turno, decidiu recomendar voto nulo aos eleitores petistas. É o voto Agnulo.

ÍNDICE