OLHA SÓ A FEIRA DA CALIFÓRNIA CONTINUA LINDA


A feira da Califórnia é mais uma promessa mentirosa desse "prefeitinho", de um governo de merda. Um governo onde impera as maracutaias, e as mazelas. O povo do bairro Califórnia, Fátima e adjacências, estão esperando essa quadrilha aparecer em 2016 para pedir votos.

ELA VOLTOU

Essa semana ela foi flagrada saindo de um restaurante que fica bem escondido no Bairro Jardim Vitória com seu parceiro. Enquanto o babaca do marido, deveria está em casa fazendo o almoço esperando ela. Só que ela foi em busca de um reforço no amor. Desse jeito como é que não fica em um cargo???

NOTA

A Câmara de Itabuna tem recebido visitas constantes de ciganos à cata dos devedores. Tem vereador desesperado, por não ter conseguido quitar as dívidas da campanha passada e não ter chance de reeleição. Os gajões já sabem e as tendas vão colorir o jardim da Câmara.

Toda semana a Câmara de Itabuna gasta nosso dinheiro fazendo “moção de parabéns” para os amigos que fazem aniversário. Parece coisa de AM de cidadezinha, mas eles ganham R$ 10 mil todo mês e o que entregam é isso aí.

Está aberta a temporada de caça às lideranças de bairros para a próxima eleição. Os vereadores estão angustiados com a caça predatória desse bicho, protegido pela máquina política, o cabo eleitoral. Muito cachorro pra caça de menos. Por exemplo: um certo presidente faz de conta, dos presidentes de bairros, está na folha da Prefeitura PELO Sedur. (J.R)

BELFORT FLERTA COM CINTURÃO, MAS É NOCAUTEADO POR WEIDMAN AINDA NO 1º ROUND

Não foi desta vez que o Brasil retomou o cinturão dos pesos médios do UFC. E tudo por conta de um cara que definitivamente pode ser chamado de ‘Assassino de Brasileiros'. Chris Weidman não quis nem saber de toda a história de Vitor Belfort no mundo das lutas e manteve o título com um nocaute ainda no primeiro round.

Apesar do nocaute rápido, a luta não foi assim tão fácil para Weidman. Vitor Belfort chegou a flertar com o cinturão quando encaixou uma ótima sequência de golpes ainda no comecinho do combate. O norte-americano, porém, sobreviveu no clinch e foi para o jogo de segurança, conseguiu a queda e acabou com a história no ground and pound.

"Foram bons golpes, mas eu já sofri desses na academia", disse Weidman sobre a sequência do brasileiro. "Eu tinha programado na mente que seria uma luta agarrada. Mas quero uma salva de palmas para Vitor Belfort, ele é uma lenda do esporte. Eu sou a última pessoa que gosta de falar mal dos outros, só tinha algo de errado com seus testes. Mas não quero xingar ninguém", completou, acabando com a animosidade pré-luta entre os dois - eles chegaram a se xingar bastante durante a pesagem.

Weidman, definitivamente, se reafirma como um grande campeão do UFC. O curioso é que só nesta luta ele conseguiu o status e o prestígio que um dono de cinturão merece. 

Até por isso, desabafou depois de mais uma vitória. "Parem de duvidar de mim. Entrem para o meu time. É o último convite que faço", disse.

O norte-americano segue perfeito na carreira. São 13 vitórias agora em 13 lutas. As últimas quatro diante de brasileiros e na disputa por cinturões - duas diante de Anderson Silva, uma contra Lyoto Machida e a contra Vitor Belfort nesta noite. Seu próximo rival tem tudo para ser Luke Rockhold, que esteve durante toda a semana em Las Vegas para acompanhar a disputa de perto.


Já Vitor Belfort não consegue fazer as duas coisas que tanto queria: ser campeão do UFC pela terceira vez - e na terceira categoria diferente - e deixar de vez para trás as dúvidas quanto seu potencial sem o uso de TRT, que foi proibido no ano passado. Aos 38 anos, ele já deixou a aposentadoria no ar durante a semana. Pode ser uma opção, já que ele teria que reiniciar toda a corrida pelo título.

O CURURU REI

Soube que o Cururu Jairo Araújo vai fazer um ‘coachado de enquadramento’, botando ordem nos comerciantes de Itabuna, e com ele claro, a turma de cururu marchando e recebendo ordens do cururu rei. Segundo informações, ou os cururus o apoiam nessa maratona ou muitos vão voltar a ser “boias frias”.  Pelo jeito vai ter cururu sentando no colo, fumando charuto, coachando baixinho. Muitos não vão ter mais o direito, a pegar nem um mosquitinho….Lembrando que o cururu rei Jairo Araújo, passou mais de 2 anos ensacando bufa na Câmara, agora quer botar as manguinhas de fora porque está próximo de dizer Bye Bye...

COMO TEM RADIALISTAS DESPREZÍVEL EM ITABUNA

É incrível como tem radialistas filhos da puta sem caráter nessa cidade... Não agravando a todos. A maioria deles esculhamba o prefeito no ar. Quando o mesmo prefeito que é esculachado, vai ao programa dar entrevista, o filho da puta do radialista recebe mel na boca, e senta no colo do prefeito... Aí é foda você ser oposição nessa cidade... Essa classe de radialista, muitas vezes se torna desprezível devido aos que emporcalham a mesma. E ainda tem donos de rádios mentirosos, que se vendem por um punhados de reais. O caráter de alguém para mim não está na cara, na altura, na cor da pele, na força ou na posição social. Esta rara qualidade só existe em homens justos, dignos, que honram suas raízes e acima d tudo tem o seu valor. Nada e nem ninguém pode comprar um homem digno e honesto.

RECADO

Tem Vereador que quer ser Prefeito em outra cidade, mas não arca com seus compromissos aqui em Itabuna. Fica difícil manter acordo, se a palavra na hora de acertar é falha. Já disse não estou pedindo nada a ninguém, só o que é meu de direito. É melhor me pagar pelo serviço prestado, se não quiser ser chamado de velhaco.

GOVERNO VAI REGULARIZAR TERRAS E DAR ASSISTÊNCIA TÉCNICA AOS AGRICULTORES FAMILIARES


O governador Rui Costa, acompanhado do secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes, secretário do Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, secretária de Política Para Mulheres, Olivia Santana, receberam representantes do movimento Grito da Terra na quinta-feira (21), em Salvador, onde foram acordados os primeiros pontos da pauta de reivindicações dos agricultores familiares.

O deputado federal Davidson Magalhães (PcdoB) acompanhou a diretoria da Federação dos Agricultores do Estado da Bahia (Fetag), presidida por  Cláudio Bastos,  que saiu do encontro otimista quanto ao atendimento de algumas propostas. No mesmo dia, em Brasília, o Grito da Terra entregava à presidente Dilma Rousseff a pauta de reivindicações nacionais, conforme citou o deputado Davidson à saída da audiência.

Davidson Magalhães destacou um dos itens mais importantes da pauta de reivindicações, a regularização das terras dos agricultores familiares: “Ficou acertado que serão feitas 20 mil regularizações de 20 mil unidades na Bahia e a Fetag participará efetivamente dessa demanda”.

A segurança hídrica, para que se dê melhores condições de abastecimento de água que reforce o trabalho agrícola, os aspectos financeiros em relação aos cadastros ambientais, a segurança pública e as ações para conter a violência no campo e o combate à entrada do tráfico de drogas nessas áreas foram os temas abordados no encontro.

Já o esporte no campo, o deputado afirmou que acertaram a realização de campeonatos nas áreas rurais de diversas modalidades para que a juventude tenha outras alternativas de lazer. O governador também pediu à Fetag, que atue junto aos sindicatos das cooperativas, em busca de solução para a comercialização da produção, especialmente a que abastece a merenda escolar, abrindo assim oportunidades de trabalho aos jovens. 

O governador citou programas estaduais existentes que podem auxiliar no atendimento das reivindicações. De acordo com o secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes, o governo vai se empenhar para proporcionar resultados. “O que importa para eles é que a assistência chegue a cada um dos agricultores e eles possam aumentar a produção e a produtividade”. O secretário do Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, destacou: “Não vamos abrir mão de qualificar as formas de melhorar a condição de vida no campo, dos trabalhadores, da juventude, dos povos tradicionais, das mulheres e idosos”.

VEREADORES OUVEM DELEGADAS SOBRE FURTO DE RESPIRADORES


Membros da Câmara de Vereadores de Itabuna receberam nesta quinta-feira, 21, as delegadas de polícia Lisdeile Nobre e Magda Figueiredo, que foram ao legislativo para informar sobre o andamento das investigações do furto de quatro respiradores pulmonares do Hospital de Base. O crime, cometido em março de 2014, ainda não teve o inquérito concluído.
O requerimento da presença das policiais foi da vereadora Valéria Morais (PSC). Ela considerou necessário obter esclarecimentos sobre o caso, antes de decidir sobre a aprovação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI), proposta pelo vereador Carlito do Sarinha (PTN).
Na reunião com os vereadores, a delegada Lisdeile Nobre relatou as dificuldades encontradas na investigação. A maior, segundo ela, é o volume de casos sob a responsabilidade da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio e a falta de estrutura para conseguir maiores avanços em um inquérito complexo, como é o do furto dos respiradores.
“Nós pegamos de 30 a 40 novos casos por dia, incluindo furtos, roubos, extorsões, entre outros”, alegou a delegada. Segundo ela, outro complicador no caso do Hospital de Base é a inexistência de nota fiscal de cada respirador para a identificação dos aparelhos pelo número de série. Lisdeile informou que os respiradores foram comprados de uma empresa suíça pelo Governo da Bahia e a nota fiscal apresentada se refere ao lote de equipamentos (não são notas individuais), sem informações detalhadas sobre cada item.
A delegada também considerou a possibilidade de que o crime tenha conotação política, mas disse que essa é uma opinião pessoal, formada a partir dos dados coletados na investigação. Os vereadores Nadson Monteiro (PPS), Antônio Cavalcante (PMDB) e Ronaldo Geraldo (DEM) fizeram vários questionamentos e lamentaram a falta de conclusão do inquérito, salientando que a comunidade cobra respostas para o furto dos aparelhos, cada um deles avaliado em cerca de R$ 50 mil.
“Infelizmente, pelo que estamos observando, eu duvido que esses equipamentos sejam localizados e os autores do crime sejam punidos”, comentou Ronaldo Geraldo. Em função das dificuldades encontradas até o momento, o diretor do Departamento de Crimes contra o Patrimônio da Secretaria de Segurança Pública, delegado Moisés Damasceno, determinou que a investigação fosse avocada pela 6ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin). O caso está agora aos cuidados da delegada Magda Figueiredo, especializada na apuração de crimes em instituições financeiras.

BAHIA QUER MAIS INVESTIMENTOS FEDERAIS EM SAÚDE E SEGURANÇA


O deputado federal Davidson Magalhães participou hoje de manhã (22/05) do Fórum Dialoga Brasil - Região Nordeste 2, com a presença do governador Rui Costa, que defendeu mais investimentos federais nos estados nordestinos, além de destacar a saúde e a segurança como áreas prioritárias. O governador pediu também maior equilíbrio na divisão dos recursos federais, observando a proporcionalidade populacional da região em relação às demais, “já que 28% dos brasileiros vivem no Nordeste e a fatia da região no orçamento da União nunca passou de 12%”.


Davidson Magalhães afirmou que o fórum “é extremamente positivo para nosso estado, pois vai trazer benefícios para o desenvolvimento socioeconômico da Bahia ao ampliar a participação e o diálogo do governo federal com os conselhos de políticas públicas, movimentos sociais e entidades da sociedade civil, empresariais e sindicais”. Para o deputado federal, “quanto maior for a participação da sociedade, melhor será o planejamento tanto do governo federal quanto do estadual”.

O evento teve também a participação do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, do secretário de Planejamento e Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento, Gilson Bittencourt, além do vice-governador e secretário estadual do Planejamento, João Leão.

O ministro Miguel Rossetto disse que a participação popular é fundamental: “Queremos que as lideranças regionais ajudem a entender as demandas e prioridades”. As próximas cidades que vão sediar o encontro são Porto Alegre, Belo Horizonte, Goiânia, Belém e Fortaleza.