DR. COSME REIS

DR. COSME REIS
ADVOCACIA

23 de novembro de 2014

FORÇA BENÉ

O advogado Iruman Contreiras, informou, por meio de sua conta na rede social Facebook, que o jornalista Ederivaldo Benedito, mais conhecido como Bené, foi internado neste sábado, 22, vítima de embolia pulmonar. 

Embolia pulmonar é um bloqueio de uma ou mais artérias dos pulmões causada por gordura, ar, coágulo de sangue ou células cancerosas.

Abaixo, a transcrição da mensagem na íntegra, captada na linha do tempo de Iruman Contreiras, acerca do estado de saúde de Bené.

Iniciando corrente de oração por Ederivaldo Benedito' internado com embolia pulmonar. Trindade Lima informou que a situação está controlada e a internação é preventiva. Que Deus deite suas piedosas mãos sobre Bené. Não esqueçam em suas orações orarem pela recuperação de Bené.

ESTÁ DADO O RECADO

Ontem (22) depois de uma ligação que eu fiz para o program Resenha da Cidade, fazendo denúncias contra a Secretaria de Esportes de Itabuna, e contra Paulo Rezende (Paulão) algumas pessoas ligaram pra ele se mostrando solidários a pessoa de Paulão, eu até achei muito bonito o gesto dessas pessoas, mas quem sentiu a dor foi o selecionado da Califórnia, que foi prejudicada pela desorganização dessa Secretaria relenta e de merda. 

Andei conversando com vários boleiros da cidade, e a conversa foi uma só: "e existe essa Secretaria"?. Outro fato que pra mim não me atingiu em nada, foi um radialista tirado a moralista tentando defender a pessoa de Paulão, e tentando ofender minha pessoa, isso não me afetou, mesmo porque esse radialista, foi o mesmo que montou um esquema na RD para derrubar a ex-diretora Cátia Gomes. Só não vou citar o nome dele para não dar ibope. O mesmo radialista que tentou colocar essa porcaria de Secretaria lá em cima é o mesmo que nos campeonatos Baianos passados, preferiu cobrir o time do Colo Colo de Ilhéus, e fez descaso com o time do Itabuna. Portanto senhor todo moralista, o senhor não tem moral nenhuma de defender o que está errado, e nem tão pouco jogar indiretas contra minha pessoa. Quanto a pessoa de Paulão, não tenho nada contra, só não acho correto os acontecimentos ilegais, que estão acontecendo dentro dessa porcaria de Secretaria. QUE SAUDADES DE ALCÂNTARA PELLEGRINI, ESSE SIM FAZIA A DIFERENÇA. 

UFAAA ATÉ QUE ENFIM...MAS SERÁ QUE TERMINAM?



A feira da Califórnia depois de batermos nessa tecla, fazermos duras críticas demos entrada no Ministério Público e até que enfim eles acataram nossa denúncia. A Prefeitura mandou as maquinas derrubarem os balcões onde as carnes eram expostas, junto com esperma de urubu...Confiram nas fotos abaixo:


Em conversa hoje (23) com alguns barraqueiros eles disseram que a Prefeitura quer que eles façam seus box. Isso pode causar problemas, porque eles pagam uma taxa e o direito de construir e administrar, é da Prefeitura. Então nós do Azulzinho Noticias ainda não vamos elogiar essa ação, mesmo porque eles começam o serviço e não terminam. Um exemplo, é o Shopping Popular, que virou criadouro de mosquito da dengue.

ESPIRITO NATALINO DE ITABUNA X VITÓRIA DA CONQUISTA

Itabuna continua tendo que sentir inveja de Vitória da Conquista. Enquanto por aqui só temos arrocha e pagode de quinta categoria, Conquista vai ter no Natal deste ano shows de Zeca Baleiro, Paulino da Viola, Simone, O Teatro Mágico, The Fevers e João Bosco, e muita luz e brilho. Pelo jeito, cada população tem o som que merece...Além De uma iluminação relenta sem brilho, e sem e sem cores. É só as Pessoas andarem pelos locais aonde a Prefeitura colocou umas lâmpadas nos postes, que vão ver o tamanho da falta de espírito natalino que essa gestão tem. A maioria das lâmpadas já se apagaram antes mesmo de chegar o natal. O comercio continua uma esculhambação, uma bagunça, os esgotos corre a céu aberto no centro da cidade, e o espírito natalino foi lá para Vitória da Conquista.

LIMITAÇÃO X ARROJO

A instalação atabalhoada das ciclofaixas em Itabuna lembra a improvisação feita em São Paulo, apressada por causa das eleições, e mostra uma falta de planejamento e bom senso da secretaria de Trânsito que se estende a outras coisas. A cidade tem poucos lugares adequados para instalar uma ciclovia e a insistência em criar onde não deve não ajuda ninguém, nem os ciclistas.

A rua Zildolina, por exemplo, que pega o tráfego que vem pela Av. Fernando Cordier em direção à ponte do São Caetano, é super estreita.  A prefeitura colocou a ciclofaixa para passar ao longo de um dos lados, eliminando o estacionamento dos moradores e estreitando a pista, onde já é difícil passar um carro se um dos lados tem outros estacionados. Isso para cair na rua Vitória, que sai do Jardim do Ó para a ponte, de tráfego intenso, um perigo para os ciclistas.

Por toda a cidade trechos da ciclofaixa impedem que os moradores estacionem na porta de casa, prejudicam quem tem lojas daquele lado e se misturam com pontos de ônibus. Não basta o secretário Clodovil Soares ser correto, bem intencionado e dedicado. Para gerir um trânsito complexo como o de Itabuna, só boa intenção não resolve. Itabuna não comporta ciclofaixas na maior parte onde foram instaladas e tem outros problemas, mais graves, que até hoje não foram pensados.  Há quase dois anos, em entrevista na Morena FM, no Mesa Pra 2, Clodovil disse que resolveria em pouco tempo o gargalo que existe em frente à saída do shopping.  Não resolveu. A confusão enorme no fim da tarde e início da manhã continua a mesma.  Também falou de projetos como uma nova ponte entre o São Caetano e a Zildolândia, com uma avenida ligando até a J.S. Pinheiro. Esqueceu. Outro problema que já abordei aqui em A Região várias vezes é o congestionamento que se forma por causa de quem entra na rua Etelvina Miranda para pegar a Paulino Vieira, seguir até a praça e depois entrar na ponte Marabá. Basta fechar a entrada e levar o motorista a contornar a praça para pegar a ponte.

São coisas que Clodovil pode e deveria fazer (ou não deveria, no caso das ciclofaixas) pois estão a seu alcance, não dependem de verba.  Outras são arrojadas, mas se a cidade não tentar conseguir, vai parar, no futuro, com um nó constante no trânsito. Um exemplo é transporte coletivo, que não pode mais ficar limitado a ônibus e táxis, sob pena de um dia ninguém conseguir se mexer no centro.  O motorista jamais vai deixar o carro em casa se não tiver no transporte coletivo o conforto, rapidez e praticidade que encontra no carro. Itabuna poderia ter uma linha circular saindo do São Caetano, passando pelas avenidas Princesa Isabel, Aziz Maron e Mário Padre até o Conceição, de onde pegaria a ponte antiga e seguiria até a Amelia Amado.


Ao chegar no fim dela, contornaria a Rodoviária e subiria até a Nações Unidas para depois ir ao Jardim do Ó. A linha seguiria pela Cinquentenário até o canal e voltaria pela Fernando Cordier. Ao chegar na ponte do São Caetano, voltaria para a Princesa Isabel até o ponto inicial, na praça do bairro. (A Região)

22 de novembro de 2014

SECRETÁRIOS DE VANE NÃO DORMEM DIREITO, ESPERANDO UM PONTAPÉ NO TRASEIRO

Existem alguns secretários municipais em Itabuna, que estão sempre com a "corda no pescoço". Tem secretário que nem consegue trabalhar tranquilo. Começa o dia sem saber se o cargo ainda o terá como titular ao anoitecer. Por este tormento psicológico já passaram alguns e dentre eles, uns dois já foram defenestrados; e que o digam Renan Araújo e Plínio Adry, que acabaram penalizados pela deplorável situação a que está submetida a saúde pública na cidade. 

Evans Maxuel no Esporte um monte de zero a esquerda, tem conseguido driblar bem o "fogo amigo", que tenta o derrubar. E não há jarda, jardão, gleba, ou glebão, que o faça deixar de prosseguir em sua caminhada ao ponto do Renascer. Clodovil Soares ainda não conseguiu ser parado no sinal vermelho, mas tem aviso prévio aceso no amarelado de subalternos indisciplinados, que querem o atropelar. 

José Carlos Trindade não cai porque possui a assistência providencial de quem "é de ir mais cedo" à fonte dos babalorixás, bispos, padres e os cambaus, que o protegem no ecumenismo com bençãos dos beatificados Márcio e Arimatéia. Mariana Alcântara tem administrado bem as apunhaladas que recebe pelas costas e quando o calo aperta, usa sua prerrogativa de correr aos pés da Estátua da Liberdade e deixa seus verdugos cegos, surdos e mudos. Cleide parece veredar pelos montes das oliveiras e não quer saber de transitar desgovernada no mar revolto em que tem que permanecer como a "mulher invisível" da gestão fictícia. 

Dinalva permanece como um "zero à esquerda" e se permite ser marionete dos camaradas, que nem sempre a tratam com educação. Roberto José acata religiosamente o conselho de "Fique sem sair e saia sem ficar". E assim ele acaba ficando sem que alguém o fique fazendo se picar! Já o Júnior tem uma tela o protegendo com uma Assembleia de anjos, para expulsar os demônios que tentam lhe desestruturar a fundação. E no ambiente cujo meio só se colhe o que se planta, Lanns Almeida continua "descascando abacaxis e desenterrando pepinos", para não acabar sendo evaporado como orvalho na agricultura. 

José H. Martins está com um aberto acesso ao "olho da rua", embora mostre que não será nenhum Leão que lhe tirará os couros da poltrona de secretário. O Ricardo está em Campos minados, tendo que pular fissuras e se livrar de águas acidas e esgotos fétidos, que lhe jogam abutres sedentos em substituí-lo. 

Mas há os ungidos, cujas permanências nos cargos são inegociáveis e aí se destacam Oton Matos, Wenceslau Jr., Giorlando Lima, Marcos Cerqueira e seu xará Monteiro. No mais é Vane continuar presenteando edi$ com "gardenal, diazepan e lexotan", para ele próprio não acabar na "corda bamba"!

BOMBÁSTICA - EMASA ABANDONA ESTAÇÃO DE CASTELO NOVO E A UTR

 Informações chegadas a redação desse blog dão conta de que a Empresa Municipal de Águas e Saneamento-EMASA, abandonou completamente. a Estação de Castelo Novo. Esta estação quando chega o verão, e o Rio do Braço fica  com sua vazão baixa, abastece a população de Itabuna. Caso falte água no Rio Cachoeira e Rio do Braço, Itabuna, com certeza, sofrerá um colapso, principalmente, também, porque os equipamentos, como motores-bombas, tubulação estão sendo corroídos pela ação do tempo.   

Outro problema sério da diretoria que ai está, sob a liderança de Ricardo Campos, que já demonstrou ser incompetente, conforme mostram a denúncia do Jornal Agora, em 2004, Também abandonou a conclusão da da Unidade de Tratamento de Resididos (UTR), um investimento de três milhões, já aplicados, e jogados ao descaso. Com isso, todos os seus equipamentos estão sendo devorados pelo tempo, e dentro do mato, na Estação Central (01), do bairro São Lourenço.

A UTR é para aproveitamento das águas usadas na lavagem dos tanques e filtros daquela Estação e era jogada fora. A Unidade, começou a ser instalada, no Governo do Capitão Azevedo e hoje se encontra completamente abandonada, como se fosse dinheiro jogado fora.

É bom o Prefeito Vane, veja essa situação, antes que seja tarde. Até parece que a atual diretoria só quer mesmo receber os seus polpudos salários.

ALMADINA TEM CALENDÁRIO ESCOLAR AMPUTADO

Os finais dos anos letivos não têm sido de alegria para a Educação em Almadina. Quem não se lembra do final de 2013? Aquele fim de ano é inesquecível! Quase 60% dos alunos da maior escola almadinense foram reprovados, numa atitude de desrespeito e despreparo da gestão.

O ano de 2014 foi marcado por inúmeras paralisações. Há professores que contam 05 meses sem receber salários; há alunos do campo que passam semanas sem frequentar a escola por falta de transporte. Mesmo diante disso tudo, a prefeitura decidiu amputar o ano letivo de 2014. Considerando a necessidade de reposição de tantos dias sem aula, o ano de 2014 precisava ser finalizado na segunda metade do mês de janeiro de 2015. 

Contrariando todas as expectativas de seriedade, a prefeitura e a Secretaria de  Educação anteciparam o final do ano letivo para o mês e novembro declarando não poderem realizar o pagamento do pessoal contratado.O Conselho Municipal de Educação não se manifestou quanto a ilegalidade da antecipação de calendário. Almadina não é sede de comarca e, ao que tudo indica, o Ministério Público também não fora informado a respeito desta  barbaridade. A União repassa, através do FNDE, os fundos de manutenção da Educação:  FUNDEB, Alimentação e Transporte Escolar, Salário Educação, PDE-Escola, PDDE... O cumprimento dos 200 dias letivos é condição para que os repasses continuem sendo percebidos pelo município. Ao que tudo indica, Almadina não anda preocupada com isso.

21 de novembro de 2014

O QUE É ISSO???

Muitos procuram sempre se cuidar, muitos se jogam ao desprezo. No caso de Junior Bolinha, mais conhecido como Rã Peluda, ele achou por melhor manter a aparência sempre cuidada, pois não é pra qualquer um segurar a bolsa da Prefeita de Almadina, Alba Gleide. Junior Bolinha causa muita "inveja" em Almadina por se considerar o homem de confiança da Prefeita.

COMUNICADO


CAMPEONATO INTERBAIRROS PODE IR PARAR NA JUSTIÇA

Em Itabuna o campeonato Interbairros pode ir parar na justiça, já que os representantes da seleção do bairro Califórnia, pretendem fazer uma denúncia no Ministério Público contra a secretaria de esportes do município.

A denúncia promete ser bombástica, com a comprovação de várias irregularidades, e a solicitação da suspensão de um jogo do campeonato.

BEM VINDO A VILA OLÍMPICA DE ITABUNA - OU QUEM SABE, UM PASTO OLÍMPICO DE ITABUNA






Só quero fazer uma pergunta ao Prefeito: o que prende esse Secretário cachaceiro de quinta categoria no cargo? Olha só o estado que se encontra a Vila Olímpica de Itabuna. Ta parecendo mais um pasto olímpico, do que uma vila Olímpica, imaginem como estão os banheiros da Vila. E a secretaria relenta funciona aí dentro mesmo... Me deixem viu!!!

ARLETE SALLES FALA SOBRE TRATAMENTO CONTRA CÂNCER: 'QUERIA MINHA VIDA DE VOLTA'

Arlete Salles, que sempre divertiu o público com personagens hilários como a Copélia, da série "Toma lá dá cá", passou por um período de turbulências e nenhuma graça recentemente. No início de 2014, a atriz descobriu um nódulo no seio esquerdo, retirado através de cirurgia. Quando soube da doença que teria que enfrentar, ficou sem chão. "Depois, fiz a pergunta clássica: 'Meus cabelos vão cair?' Quando o médico disse que sim, desabei outra vez", assumiu a atriz em entrevista à revista "Contigo".

Aos 72 anos, Arlete enfrentou a barra de passar por sessões de quimio e radioterapia, mas hoje afirma que está "totalmente curada". "É bom ressaltar sempre que o diagnóstico precoce é fundamental", pontuou a atriz, que percebeu o problema fazendo um autoexame.

Agora, Arlete Salles só pensa em trabalhar e esquecer os momentos de dificuldade pelos quais passou. "É muito doloroso. Mesmo com tantos amigos me apoiando, é solitário, devastador. É como atravessar um pântano", explicou. E foi direta ao falar que desde o início só pensava em voltar a ser como sempre foi: "Não faço a linha de dizer que a 'doença me fez mudar de vida'. Ao contrário. Eu só queria a minha vida de volta".
Atriz contou com a ajuda dos amigos nos momentos mais difíceis

Seis meses antes de descobrir que estava com câncer, Arlete Salles passou por um dos momentos mais difíceis de sua vida: a perda de sua mãe, Severina, aos 93 anos. "Foi muito difícil. Eu sei que ela estava velhinha, mas ninguém nunca está preparado para perder a mãe. Esses últimos dois anos foram duros", lamentou.

Mas o apoio dos amigos não deixou Arlete desamparada. Miguel Falabella, amigo de longa data da atriz, fez um convite irrecusável: um papel na peça "O que o mordomo viu". Assim, eles poderiam trabalhar juntos no teatro pela primeira vez depois de tantos anos de amizade. "Ele sabia que eu estava triste e me ligou falando: 'Arlete, vamos trabalhar juntos?'", contou a atriz que topou na hora.

Além de Miguel, outros famosos também deram força para Arlete, que precisou cancelar algumas apresentações do espetáculo quando descobriu a doença e depois foi substituída por Marisa Orth. "Quando Cissa Guimarães soube pelo o que eu estava passando, saiu da sua dor para me ajudar", disse a atriz, referindo-se à morte de Rafael Mascarenhas, filho de Cissa. E contou que Taís Araújo também foi responsável por momentos de conforto: "Ela me ligava todos os dias para saber como eu estava, se eu queria sair...".
Curada, atriz só pensava em voltar a trabalhar

Assim como o trabalho no teatro a ajudou a enfrentar a morte de sua mãe, para deixar pra trás de uma vez por todas o trauma que passou por causa da doença, Arlete Salles também se apoiou em sua profissão. Quatro meses depois da cirurgia, a atriz voltou a atuar na peça com Miguel Falabella e agora espera ansiosa sua volta à TV na novela "Rio Babilônia", que substituirá "Império" no horário nobre da TV Globo. "Falei que ia sossegar um pouco mais, mas já estou fazendo mil coisas ao mesmo tempo", contou a artista que vai interpretar a personagem Consuelo no folhetim de Gilberto Braga. (G1)

O REMÉDIO BRASILEIRO CONTRA O HIV

Pesquisadores do país se preparam para testar em humanos medicamento que atinge o hiv escondido nas células - algo que nenhuma droga conseguiu fazer até hoje. A estratégia abre caminho para a cura da doença

O uso do coquetel de drogas contra o HIV, o vírus causador da Aids, prolonga a vida dos pacientes de forma espetacular. Mas não lhes garante a cura. A razão reside no fato de que, mesmo que a concentração de vírus na corrente sanguínea seja reduzida a níveis indetectáveis, uma parte deles ainda está lá, no organismo, escondida no que os cientistas chamam de “esconderijos”. Trata-se de células localizadas em pontos como o cérebro nas quais o HIV permanece alojado, em estado latente e imune à ação dos medicamentos. A qualquer oportunidade, ele é reativado e inicia novamente sua cadeia de multiplicação. Destruir o vírus que está escondido, portanto, tornou-se um dos maiores desafios para vencer a doença definitivamente. No Brasil, um time de cientistas está somando vitórias nesse sentido. Depois de dois anos de pesquisa em animais, uma medicação desenvolvida pelos pesquisadores conseguiu tirar o HIV dos reservatórios, tornando-o finalmente vulnerável ao ataque das drogas antirretrovirais.

PROTEGIDO
O HIV permanece em estado latente em algumas células, imune aos remédios  


A façanha é de autoria do farmacêutico Luiz Francisco Pianowski, do Laboratório Kyolab, e do pesquisador Amílcar Tanuri, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Os dois coordenam os trabalhos, que incluem a participação de cientistas do Hospital Johns Hopkins, nos Estados Unidos, e do instituto Aurigon, na Alemanha. O relato do que foi obtido até agora está registrado em publicações científicas como a revista americana Plos One e o jornal “Aids”.

A peça-chave para o sucesso observado até aqui do remédio criado pelos brasileiros é seu princípio ativo. Ele é extraído da planta aveloz, de origem africana e cultivada em alguns estados do Nordeste. O composto e seus derivados semissintéticos demonstraram eficácia para deslocar o HIV “adormecido” das células que servem como seu esconderijo para o sangue. Os mecanismos que resultam nesse efeito não estão totalmente esclarecidos, mas o fato é que o vírus, antes latente, fica ativo novamente e cai na corrente sanguínea, onde é combatido pelos remédios que formam o coquetel. (ISTO É)

DESAPARECIDO

"Foguinho", esse poodle de 6 anos, desapareceu na manhã da última terça feira (18), da rua Potamiano, bairro São Caetano. Contatos: 73-9122.5545 ou 8869.1341.

ÍNDICE